14 fevereiro 2007

Voltar...


imagem de Jean Paul Nacivet


Eu queria cá voltar
Em forma de flor
Em forma de amor
E se para isso
Tiver que renascer
Que seja perto de ti
Não te posso esquecer
Não te posso abandonar
Não quero deixar-te
Sem sentir o teu calor
Sem experimentar o teu amor
Queria continuar
Queria voltar
Queria tentar
Queria ser outra vez
Aquela que não fui
Aquela que partiu
Aquela que chorou
E se algo me impedir
Só se for por amor
Porque este vive
Em cada gesto
Em cada sorriso
Ai como eu te amo
Ai como eu sofro
Acolhe-me outra vez
Em teu coração
Embala-me com o teu sorriso
Aquece-me com a tua doçura
Porque foste, és e serás
Aquilo que eu não fui
Aquele que eu amei
O meu poema inacabado
O meu arco-íris
Deixa-me voltar
Deixa-me abraçar-te
Deixa-me amar-te
E serei feliz
E voltarei a sorrir
Só quero saber
Que não me esqueceste
Que eu voltarei
Hoje e sempre serei
A poetisa abandonada
Só por ti lembrada
E para sempre amada

angelis

4 comentários:

  1. A condizer para este dia, ele lá terá o seu destinatário. Parabéns por este belo poema. Continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Deixa-me amar-te
    E serei feliz
    ..........
    é uma verdade que podemos amar quem quisermos. Agora se há retribuição é que já é mais difícil. E a partir daí ser-se feliz é uma incógnita.
    Fica bem.
    Felicidades.
    Manuel

    ResponderEliminar
  3. Gostei...Gostei muito ;) Bom fim de semana prolongado.

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin