19 outubro 2014

Escrever...


Escrever é uma catarse para mim. escrevo porque me apetece, escrevo o que sinto, o que vejo ao meu redor, o que me vai na alma, os meus sonhos, as minhas histórias, reais ou não...cabe ao leitor decidir...
Politica? De vez em quando, se me apetece dar uma opinião.
Futebol? NUNCA!!! Não sou fã, nem adepta, embora torça por um clube (não vou dizer qual).
Emoções, sentimentos, sem dúvida, pois fazem parte da VIDA e sem eles, seremos pessoas ocas, sem motivação.
Escrevo à "moda antiga", aqui o novo acordo ortográfico não entra e quem manda no meu blogue sou eu e ponto final.
Escrita solta, escrita poética, poemas, criticas, opiniões...seja o que for, faz parte de mim.
Lê quem quer, opina quem quer e eu publico os comentários que achar que devo publicar, se forem sinceros, respeitosos e estiverem devidamente identificados.
Estarei por aqui, enquanto me apetecer, me der prazer escrever, pois quando se passa por uma doença como o cancro, deixamos de ter "paninhos quentes" com certas coisas.
Escrevo novas e melhores páginas na minha VIDA e posso dizer que sou uma SOBREVIVENTE, que segue em frente na VIDA, com FÉ e ESPERANÇA e que SORRI todos os dias.
Hoje, fui buscar ao baú do Youtube esta música.
Viram o filme? Eu vi!!!
Então, para além da escrita, também a música faz parte dos meus dias e quis partilhar esta relíquia, por isso, vamos lá curtir a música e acima de tudo a VIDA!!!

 

01 outubro 2014

Descansa em Paz LILI


Hoje, sinto-me abalada com a partida da minha familiar Lili, pois não conseguiu vencer a sua luta contra o cancro da mama.
Foram anos de sofrimento, de luta, de perdas e conquistas e bastou uma única célula cancerígena escapar para onde não devia e o “monstro” alastrou-se para outras partes do corpo.
Mas, ela, como grande Mulher que era, foi à luta, acreditou que era possível vencer, até que o corpo cedeu e não aguentou mais.
Como lidamos com situações destas, quando nós próprios estamos na mesma luta?
Como lidamos com situações destas quando nós próprios conhecemos a pessoa que partiu, que lutou, quando sabemos que neste combate nada é garantido?
Sinto-me triste, não sou pela notícia, mas porque também passei parte do meu dia de hoje no hospital e, apesar de tudo estar a correr bem, fiquei com um enorme hematoma no braço esquerdo (da recolha de sangue para análise) esperei horas pela consulta de Oncologia e saber que uma Lutadora como a Lili, perdeu a batalha da VIDA, deixou-me sem forças.
Claro que não vou desistir de lutar, de ter Esperança e Fé, pois cada caso de cancro da mama é especial e único e tenho a certeza que amanhã ou quando esta tristeza passar, tudo ficará, novamente bem.
Para ti, LILI, a luta terminou, por isso, descansa em PAZ!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...