28 outubro 2007

Recordações




Porque será que, quando vamos mexer no baú das recordações, só trazemos as tristes, as menos boas, aquelas que nos magoaram mais?
Será que o ser humano não consegue reter as lembranças boas, as lembranças que o fizeram feliz, nem que fosse por um segundo apenas?
Hoje, ao arrumar o baú das minhas recordações, lembrei-me de ti!!!
Um doce calor, invadiu meu coração, ao recordar a primeira vez que falamos, o primeiro beijo, os momentos doces que partilhamos.
Lembrado?
Ou já passou assim tanto tempo, que já te esqueceste?
A verdade é que já lá vão muitos anos. Quantos…? Muitos…pois éramos jovens, muito jovens e a vida sorria-nos. Éramos livres, alegres e tínhamos o futuro pela frente.
Um dia, disse-te adeus. Recordado porquê?
Claro que sim. Nunca esquecemos, quando alguém se despede de nós. Quando alguém decide sair da nossa vida. E eu, naquele dia longínquo (não me recordo se era Verão ou Inverno, apenas que passou muito tempo), parti. Deixei-te para trás, segui o meu caminho, sem ti.
Sofri, chorei, esfarrapei a alma, mas segui sem ti.
Que é feito de ti? Onde estás? Que caminhos trilhaste desde então?
Hoje, lembrei-me de ti. Senti a tua presença, o cheiro do vinho do Porto que adorávamos beber, a melodia da tua voz nas minhas lembranças mais doces, de um passado que é isso mesmo…passado!!!
É engraçado como me lembro das coisas boas que partilhamos, e, ao mexer no meu baú, decidi deitar ao lixo o que nos magoou, o que nos fez seguir caminhos diferentes.
Será que tudo seria diferente se eu não tivesse partido?
Não sei, e não interessa, pois não se pode mudar o passado e não me arrependo de nada.
Apenas escrevo pensamentos soltos, lembranças vividas, amores passados.
Trilho meu caminho sem constrangimentos, estou onde quero e como quero.
E tu? Será que te lembras de mim, que me guardaste no teu baú das lembranças?
Afinal o passado é o passado e o presente é o que se vive e constrói a cada dia.
Recordações, quem as não tem?



angelis

14 outubro 2007

Riscos



Risquei o meu coração
Tracei os riscos do meu caminho
Abanei a alma
Sacudi as lágrimas
E segui…
Segui os riscos do meu coração
Segui os traços do caminho
Que me levam a ti
Até aos riscos do teu coração
Até aos traços da tua alma

Juntei os riscos
Alinhei os traços
Juntei os caminhos
E cheguei a ti
Os teus riscos
Entrelaçaram-se nos meus
Os teus traços abraçaram-se aos meus
Os teus caminhos
Emaranharam-se nos meus
E… Riscamos caminhos novos

Os teus riscos e os meus
Os teus traços e os meus
Os teus caminhos e os meus
São…
Infinitos
Coloridos
Inseparáveis
Perpétuos
Porque eles são
O AMOR


angelis

05 outubro 2007

Quanto tempo dura...?

(clica para ver)


E actualmente?
Quanto tempo dura o amor?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...