21 novembro 2007

Palavras à Solta




Este foi um sonho desejado, sonhado e concretizado...um sonho de uma vida, que tomou forma, côr.
Alguns conhecem a minha escrita...outros nem por isso. Mas para o caso, tal não interessa.
Sonhei, idealizei e consegui concretizar, isso é que interessa.

Poema inacabado…

Um poema inacabado
É como um filho por fazer
É como um beijo com sabor a sal
Um poema inacabado
É o caminho por onde vou
É o trilho que eu não quero seguir
Um poema inacabado
É aquilo que eu não sou
É o amor que não amei
Um poema inacabado
É o grito que eu calei
As palavras que não falei
Os amores que eu amei
Um poema inacabado
É a diferença inaceitável
É a confusão descontrolada
Um poema inacabado
É a vida que eu não vivi
Aquilo que não fui
Aquilo no que me transformei
Um poema inacabado
É o meu nome talvez...

Este é um dos poemas que fazem parte do meu livro. Se quiserem ler mais...contactem-me.
Vale a pena sonhar...vale a pena acreditar...

angelis

3 comentários:

  1. Já tenho e está SIMPÁTICAMENTE autografado ! :):):)

    ResponderEliminar
  2. Eu também tenho! Eu também tenho! Eu também tenho!...

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema.
    um poema inacabado deixa sempre todas as possibilidades em aberto.
    Beijos

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin