19 janeiro 2014

Família


Qual é a definição de família?
Devo procurar no dicionário, ou seguir o que se diz popularmente?
Cada um tem a família que merece, cada um escolhe a sua família, etc, etc, e por ai fora…
Na realidade, e para o que pretendo, não me interessa muito nem a definição oficial de família, nem o que se diz sobre a família, pois e para além de tudo, a família é o núcleo fundamental e essencial da sociedade e sem ela nada funciona à sua volta.
Mas, passando adiante de qualquer pensamento ou fundamento social ou filosófico, pois não é para aqui chamado, a não ser para dar uma sequência lógica à minha escrita e ao que eu quero transmitir.
Neste momento complicado da minha vida, em que me vejo fragilizada e a “combater” um cancro, é com a Família que conto, esse porto de abrigo acolhedor, esse núcleo onde tudo começa.
Acima de tudo e para além de tudo, tenho que reconhecer a abnegação e o amor incondicional dos meus Pais, que, deixaram a sua vida, o seu lar, as suas rotinas, a sua terra e vieram para minha casa, para a terra onde vivo, para me apoiarem, para cuidarem de mim.
Nunca, ao longo das suas vidas, se demitiram das suas funções e sempre estiveram presentes e agora, já idosos (com 81 e 78) que deveriam ser as filhas a mimá-los, estão a mimar-me e a tratar de mim.
Sinto-me abençoada pela VIDA, por ter Pais assim, de quem muito me orgulho e a quem dedico este pequeno texto.
Família ama e cuida.

2 comentários:

  1. Olá, querida Angelis!

    Escreve tão bem! Vê-se que está ligada à Educação, à Instrução, mas de outros tempos.

    Os temas que aborda, aqui, e sem serem transcendentais, são tão interessantes, porque falam do dia a dia e dos seus afetos. Este sobre os SEUS AMADOS PAIS.

    Os pais estão sempre prontos a deixaram TUDO pelos filhos, e se a Angelis é mãe, sabe que assim é. Eu não sou mãe, por opção, mas sei dar o valor, porque fui muito amada pelos meus, que faleceram cedo, e pela Tita (tia materna, de nome Rita) e pelo meu avô João, pai da minha mãe.

    Quero que me diga como está, se assim o entender. Faltam-lhe ainda quantos tratamentos? Em média, eles costumam prescrever seis, mas já fez alguns, portanto a ESTRADA DO SUCESSO já está quase ou mesmo a meio.

    Dias muito felizes. FAÇA POR ISSO!

    Beijinhos da Luz, com muita estima e consideração.

    ResponderEliminar
  2. Também eles estão a passar um "mau bocado", mas vão disfarçando da melhor maneira possível a sua preocupação.
    Viver, conviver e ajudar quem está na tua situação, também é, como sabes, muito muito complicado. Nem sempre sabemos o que fazer, o que dizer, como fazer... como dizer.
    (por mim falo)

    Olha, pega lá um beijo e um abraço.

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin