13 abril 2009

Tempo limite!!!



Luisa estava preocupada, e o seu olhar distante não passou despercebido ao seu marido.
Afinal, 20 anos juntos, é uma vida, é um percurso longo, nem sempre fácil, nem sempre feliz. Mas, apesar disso, consideravam-se um casal realizado, com 2 filhos lindos.
Pedro, com carinho, aproxima-se de Luisa, e pergunta: - que se passa querida? Estás com um ar tão preocupado!
Ela repara, então, que, sem querer, deixou transparecer algo que não queria e, apressadamente, responde: - está tudo bem, são apenas preocupações do trabalho, nada mais.
Bom, tenho que esconder melhor o que se passa – pensou Luisa consigo mesma. E, dirige-se para a cozinha para tratar do jantar.
Nessa noite, Luisa tem um sono perturbado, agitado e as palavras do médico não lhe saem da cabeça.
- Minha senhora, lamento informá-la, mas os exames são conclusivos, tem cancro e tem pouco mais de 3 meses de vida.
Palavras fatidicas que ecoam na sua cabeça. E agora? Como dizer à familia que o tempo dela se esgotou? Tantos projectos, tantos sonhos ainda por realizar e tudo se desmorona.
Acordou alagada em suor, mas, tinha tomado uma decisão. Se eram, somente, 3 meses que lhe restavam, iria aproveitá-los ao máximo, viver nesse tempo o que lhe faltava viver e concretizar, estar com a familia, os amigos e sonhar, continuar a sonhar.
Iria contar à familia o que passava com ela e pedir-lhes que a acompanhassem nesse tempo como ela desejava e assim, seriam essas lembranças que lhes deixaria, com um sorriso de esperança e amor.
Se iria ser fácil? Nem por sombras, mas, seria isso ou deixar-se abater pela doença e pelo tempo que ainda lhe restava.
Conheci a Luisa nessa altura e, se não soubesse o que se passava com ela, diria que era a mulher mais realizada e feliz, com uma vida plena pela frente.
Foi, e será um exemplo de coragem e determinação e, só posso dizer que a atitude dela perante a vida me marcou profundamente,
Todos podemos ter 2 atitudes perante as adversidades da vida…deixarmo-nos vencer por elas e baixarmos os braços, ou…lutarmos até ao último fôlego, com um sorriso de esperança.
Afinal a vida é o que fizermos dela, com as nossas atitudes, nossas decisões, sem esquecermos que…”A Vida também se diz e faz…!!!” e está nas nossas mãos fazer com que ela seja sorridente.
Até já…e…OUSEM SER FELIZES!!! (nem que seja por um breve momento, vale sempre a pena)

5 comentários:

  1. Ás vezes não é fácil...mas será que é assim tão fácil? Dizem que a vida é demasiado séria para ser levada a sério. Será?

    Pare, escute e...olhe.

    ResponderEliminar
  2. Perante uma noticias assim é dificil aproveitar a vida. É em situações dessas que vemos como a vida é tão breve e não nos deveriamos preocupar com ninharias.
    É preciso viver!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Não deve ser nada fácil! No entanto, a mensagem que deixas passar é de encorajamento contra as adversidades da vida.

    Bem-hajas!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Grande mensagem para um palco tão curto que é a vida, uma pequena passagem.
    Bjs Zita

    ResponderEliminar
  5. Dizem que "Vale sempre a pena, quando a alma não é pequena!", mas nem quero imaginar uma situação dessas!

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin