28 agosto 2011

O palco e a vida


Todos somos actores neste palco que é a vida, e quem disser que não, usa a máscara do fingimento e esconde-se de si, no mais fundo do seu ser.
Somos o que somos, e fingimos o que não somos, rimos e choramos por dentro, pois ninguém tem que ver nossas lágrimas, ninguém tem que rir com nossas tristezas.
Merecemos o Óscar de Melhor Actor/Actriz neste fantástico filme das nossas vidas, que começamos a interpretar mal nascemos e damos o 1º berro, o 1º choro. A partir daí quem nos pára?
A verdade da vida, a sinceridade da alma é carregada por cada um na diferença que faz no caminho que trilha, no papel que escolhe.
E quem não quer o papel principal?
A vida é um imenso palco, ou transportamos para o palco público a nossa vida e devassamos os nossos sentimentos, a nossa privacidade á procura de protagonismo, ou tal como eu prefirem passar despercebidos no meio da multidão e fazerem da vida o vosso palco, com verdade, honestidade, forntalidade e dizer bem alto...NÓS OUSAMOS SER FELIZES!!! E VOCÊS?

2 comentários:

  1. Um palco, uma peça, um (ou mais) protagonistas.

    Nesta novela da vida temos uma certeza...sabemos sempre como acaba.
    Pelo meio existe sempre a possibilidade de alterar o guião.

    "Juizinho" na minha ausência ;):)

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  2. É proibido esgotar a ousadia mesmo nos tempos que correm. As crises e tudo o mais que nos atormenta não vivem sem a dose de ousadia em que os menos temerários incorrem.
    Força nessa luta!

    Bem-hajas!

    Abraço fraterno

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin