03 junho 2006

Estou feliz...

Sairam ontem, ao final da tarde, os resultados dos concursos dos professores.
As expectativas eram grandes e a apreensão também, pois este concurso mudou as regras das colocações, e mudará, nos próximos 3 anos, a vida de milhares de professores.
Se é justo ou correcto este sistema novo de colocações, não é isso que neste momento me interessa, embora me afecte, como afecta todos os professores, independentemente do grau de ensino.
Porque escrevo sobre isto? Muito simples...trabalho à 24 anos na educação e durante estes anos todos, trabalhei sempre longe de casa.
Ou tinha que ficar na terra onde estava colocada, ou fazia viagens intermináveis e cansativas, para estar em casa no final de mais um dia de trabalho. Saltei de jardim de infância em jardim de infância durante 17 anos. A cada ano lectivo uma nova colocação, o começar tudo de novo.
Quando me efectivei...bom...fiquei num quadro de escola a 100 e muitos quilómetros de casa e novamente o desterro e não só...
Aproximei-me um pouco, mas mesmo assim, durante 6 anos fiz cerca de 70 kms diários, o que se traduz num desgaste fisico e financeiro incríveis...
Por isso, ontem, quando sairam as colocações e vi que, finalmente, ao fim destes anos todos, consegui aproximar-me consideravelmente de casa e vou ficar pertinho nos próximos 3 anos, conseguem imaginar a minha felicidade?
Nem todos os professores tiveram essa sorte, eu sei e lamento, mas já tive a minha quota parte de desterro, de viagens cansativas e desgastantes...
No próximo ano faço as boas de prata...25 anos dedicados à educação de infância, dos quais não me arrependo, os quais me enriqueceram como ser humano e mulher e repetiria tudo de novo.
Queixas e lamentações? Tenho muitas e uma profunda desilusão por ver o nosso trabalho e dignidade pisados e não nos darem o justo e mercedido valor.
Como em todas as profissões, há bons e maus profissionais e neste momento estamos todos metidos no mesmo saco, rotulados da mesma maneira...mas isso são "outros quinhentos" como alguém costuma dizer.
Não estou aqui a lamentar-me, escolhi o ensino público por convicção e ainda hoje, decorridos 24 anos, acredito que o ensino público pode e deve dar uma educação de e com qualidade e que ainda há profissionais competentes e com imenso valor.
Já vai longo este meu desabafo...e eu só queria partilhar convosco a minha alegria e felicidade, por ter conseguido colocação perto de casa.
Estou feliz...

angelis

3 comentários:

  1. Então, os meus parabéns!
    Eu tenho um "contacto" no Ministério da Educação que me confidenciou que este ano só seria colocado perto da área de residência, quem merecesse...
    :)
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  2. :):):) Palavras para quê? Chegou o teu momento de estar feliz e contente :):)

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que conseguiste ficar mais pertinho. Infelizmente, eu ainda nem sequer consegui entrar. Há 7 anos a dar aulas. N é tnt cm tu, mas já cansa. Bjs e boa sorte p o próximo ano lectivo. ;-)

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin