27 junho 2006

Prisioneiros

Prisioneiros, até quando?
(foto de Afonso Duarte)

A vida é uma sequência ilógica de sentimentos, de sensações que nos perturbam, nos transformam ou nos anulam a razão.
Olho á minha volta e vejo olhares vazios, gestos suspensos no ar, beijos perdidos na vergonha de mostrar que amamos.
Suspendo um abraço terno...
Não encontro a quem o dar...
Não há receptividade...
Presos num dia-a-dia sem sentido, vivemos alheios aos outros.
Não vemos o companheiro, não beijamos o filho pequeno, não apreciamos a beleza singela da Natureza que se enfeitou para nós.
Prisioneiros...
É isso que somos...
Prisioneiros...
Encarcerados na vida ideal que construímos, mas á margem da própria vida.
Construímos celas para aprisionarmos os sentimentos...
Erguemos muros para nos protegermos dos outros...
E acabamos prisioneiros de nós mesmos, numa vida triste e cinzenta, rodeados de medos...
Rodeados de fantasmas que alimentamos com os restos de uma vida sem sentido.
Prisioneiros, até quando?
Derrubemos os muros...
Derrubemos angústias e desânimos...
Soltemos o sentimento...
Pintemos a amizade...
Aprendamos a amar...
Prisioneiros, até quando?


angelis

7 comentários:

  1. Prisioneiros até termos disponibilidade para a Liberdade...
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  2. Prisioneiros da própria vida...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Duas questões: (1) se tens abraços a mais...venham daí que eu gosto!!! (2) Acho que repetiste este post.....já o tinhas publicado no outro blog. Vês? Vês como estou atento? Xau até ao meu regresso....em liberdade (in)condicional ;)

    ResponderEliminar
  4. Prisioneiros sempre. Convém não esquecer que vivemos numa ilha. No entanto há liberdades que são intrínsecas de nós. E essas mesmo prisioneiros podemos sempre usufruir d'elas.
    Fica bem.
    Beijos.
    manuel

    ResponderEliminar
  5. Então? Ainda prisioneira?....Bom fim de semana, boa semana e....boas férias para mim :))))))))))))))))) Beijinhos e até ao meu regresso. (não estragues a sobrinha)

    ResponderEliminar
  6. Sou uma prisioneira de emoções, se calhar... Bom fim-de-semana com um abraço :)

    ResponderEliminar
  7. resta redecobrir onde escondi a chave ...
    Onde ...

    Beijo

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin