30 novembro 2006

Pressa

Olhos nos olhos
Mãos nas mãos
Corpos entrelaçados
Desejos contidos
O beijo queima
A alma arde
E a vida continua
Num filho
Que é feito á pressa
Pressa sem amor
Pressa – desejo
Pressa – paixão
Porque o amor
Foi esquecido
Na pressa da vida
Por viver
Viver e amar
Viver e sonhar
Porque a vida
É sonho
É amor
É sofrimento
E uma lágrima rola

angelis

5 comentários:

  1. Será caso para dizer que "a pressa é inimiga da perfeição (amor) ?" A verdade é que andamos sempre a correr. E por falar em correr...tudo pronto para os autógrafos no teu livro? :))))) Já treinaste muito?
    Bom fim de semana xxL ;);)

    ResponderEliminar
  2. Ter pressa no Amor é conspurcá-lo!

    ResponderEliminar
  3. Lindissimo poema!Pressa para quê? Bom fim de semana XXL e que passe devagar.

    ResponderEliminar
  4. 'Pressa'.
    A pressa por vezes é fomentada. Vejamos o que se passa nas nossas estradas. Acidentes, altas velocidades, penalizações por excesso de velocidade (que interessam), etc.. No entanto ninguém legisla para que os carros que circulam nas estradas portuguesas não andem mais de 120 km/horas, o que hoje é possível com a tecnologia existente. É claro isto não interessa. O que interessa é a 'PRESSA'.
    fICA BEM.
    mANUEL

    ResponderEliminar
  5. No amor, como na vida, tudo tem o seu tempo e uma altura certa. Não adianta apressar ou atrasar... apenas esperar pelo que está destinado a ser, independentemente de todos os obstáculos que para tal tenhamos de ultrapassar.
    Tenho andado longe, mas sempre perto, com o Pé de Vento sempre no coração.
    Beijinhos e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...