22 abril 2006

Creio nos anjos que andam pelo mundo




Creio nos anjos que andam pelo mundo,
Creio na deusa com olhos de diamantes,
Creio em amores lunares com piano ao fundo,
Creio nas lendas, nas fadas, nos atlantes;

Creio num engenho que falta mais fecundo
De harmonizar as partes dissonantes,
Creio que tudo é eterno num segundo,
Creio num céu futuro que houve dantes,

Creio nos deuses de um astral mais puro,
Na flor humilde que se encosta ao muro,
Creio na carne que enfeitiça o além,

Creio no incrível, nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo pelas rosas,
Creio que o amor tem asas de ouro. Amem.

Natália Correia

5 comentários:

  1. Palavras para quê?...eu também creio ;)

    ResponderEliminar
  2. Cada vez mais fico convencido que tenho razão:
    O importante é acreditar, crer.
    Eu acredito, creio.
    Amen.
    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
  3. Possa o amor conduzido por essas preciosas asas iluminar e tocar cada alma que se cruze no seu caminho...
    Adorei o poema que (confesso) desconhecia.
    Um grande beijinho e bom domingo... são os votos da desaparecida e desnaturada, mas que ainda assim não te esquece.

    ResponderEliminar
  4. Já cheira a bolo de aniversário???
    Por terras brasileiras neste momento, não me vai ser possivel estar presente na tua festa, mas...congela uma fatia de bolo que o champanhe levo eu....quando regressar :):):) bjs doce

    ResponderEliminar
  5. Um poema cheio de força, grande Natália Correia.
    Boa selecção.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...