05 julho 2004

Trechos de Dalai Lama

A felicidade é um estado de espírito.
Se sua mente ainda estiver num estado de
confusão e agitação, os bens
materiais não lhe vão proporcionar felicidade.
Felicidade significa paz de espírito.

Seria muito mais produtivo se as pessoas
procurassem compreender seus inimigos.
Aprender a perdoar é muito mais proveitoso
que simplesmente tomar uma pedra
e arremessá-la contra o objecto de sua ira.

Fale a sua verdade, seja ela qual for, clara e
objectivamente, usando um tom de voz
tranquilo e agradável, liberto
de qualquer preconceito ou hostilidades.

Faça de seu corpo e de seu espírito um laboratório
de experiências. Empenhe-se em fazer uma
pesquisa profunda a respeito de seu próprio
funcionamento espiritual e examine as
possibilidades de fazer mudanças positivas
no seu interior.

A mente humana é simultaneamente a fonte e,
se orientada de forma apropriada, a solução
de todos os nossos problemas.

O aprimoramento da paciência requer a
presença de alguém que deliberadamente
nos faça mal. Esse tipo de pessoa nos dá
a chance de praticarmos a tolerância.

Quando somos capazes de reconhecer e
perdoar atitudes impensadas que tivemos
em nosso passado, nós nos fortalecemos
e ficamos mais preparados para dar soluções
construtivas aos problemas do presente.

Os inimigos externos não são permanentes.
Se lhes mostrarmos respeito, eles se tornarão
nossos amigos. Mas o inimigo interno é um
eterno inimigo a quem nunca devemos ceder.

Eu tento tratar qualquer pessoa que conheço
como um velho amigo.
Isso me traz uma experiência genuína
de felicidade. É a prática da compaixão.

Se você quer transformar o mundo, experimente
primeiro promover o seu aperfeiçoamento
pessoal e realizar inovações no seu próprio interior.
Tudo o que fazemos produz efeito, causa algum impacto.

(Dalai Lama)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Blog Widget by LinkWithin