24 maio 2011

De volta às “velhas” rotinas

Voltei, ontem, às “velhas” rotinas hospitalares, tão bem conhecidas por mim e que eu nunca pensei voltar a ter.
Mas, a vida, troca-nos as voltas e volta e meia, meia volta, voltamos aquilo que não queremos e por isso, lá fui eu, para a fila (horas intermináveis em jejum) para fazer análises ao sangue.
Acho inadmissível, num hospital central, deixarem os utentes tantas horas em jejum, terem um serviço, que teve uma intervenção para melhorar o atendimento e em vez disso piorou ao ponto de nem colocarem um penso rápido no braço das pessoas que foram tirar sangue…a que ponto chegou a saúde neste país e desabafos á parte…vai piorar!!!
Pequeno almoço tomado (tarde e más horas) mais um banho de assento para fazer um exame médico. Mas agora com a barriguita aconchegada, não custou muito…mas não ficou por aqui, pois ainda faltava a consulta, mais uma espera, mas não havia nada a fazer e a última paragem…a farmácia ambulatória do hospital para levantar a medicação mensal.
Este é um desabafo dos grandes, e aí, tenho que dizer que…se o hospital não dispensasse a medicação, nem eu nem ninguém conseguiria tratar-se neste bendito país, pois, espero que se sentem, antes de lerem esta parte…a minha medicação mensal, custa ao hospital a módica quantia de €2000.
Quem se consegue tratar, se tiver que pagar este valor mensal? Bem morre antes de se tratar, não acham?
A bem da verdade, nem tudo funciona mal, no sistema de saúde e um hospital central suportar, mensalmente, esta quantia, só para um doente, é obra e das grandes.
Há situações más e intoleráveis nos hospitais centrais, mas também há situações a funcionar bem, tais como o caso da dispensa de medicação caríssima aos doentes e que cá fora não conseguiriam adquirir e assim não conseguiriam tratar-se.
No final das contas…as “velhas” rotinas estão aqui, e durarão cerca de 1 ano e eu cá estarei para as cumprir com todo o rigor, pois desse cumprimento depende a minha cura.
Até lá…OUSEM SER FELIZES!!!

1 comentário:

  1. :(
    Lamento, não sabia que estavas doente.
    Desejo-te muita força para te tratares e que melhores rapidamente.
    beijinhos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...