13 agosto 2004

Animais de estimação



Esta é a Blackie, uma cadela que teve a sorte de ser adoptada e de poder viver confortável, com carinho, atenção e cuidados, além de ter muito amor e também o dar sem reservas.

A história dela é igual à de tantos outros animais de estimação deste país. Abandonada…deixada à sua sorte pelos donos que um dia a mimaram, recolheram em casa e lhe deram todo o conforto e atenção.

Mas o que lhe aconteceu? Simplesmente foi abandonada à sua sorte, foi posta na rua. Porquê? Não faço a menor ideia. Saturaram-se de a aturar? Chegou a altura de férias e não a podiam levar? Era um estorvo? Estaria à espera de filhotes (pelo que me disse o veterinário, já teve ninhada de cães)?

Os animais têm direitos, não são brinquedos que se compram e quando nos cansamos deitamos fora, jogamos na rua, no lixo. Os animais que vivem dentro de casa, com os humanos (ditos racionais e inteligentes), não sabem defender-se na rua, não sabem procurar comida, não sabem escapar de um carro, não sabem onde mora o perigo, pois foram protegidos por nós e os habituamos a depender de nós para tudo, água, comida e até para fazerem as suas necessidades fisiológicas.

É justo abandoná-los quando nos cansamos deles? Quando nos prendem? Quando são um estorvo para as nossas férias? Eles não pediram para vir para nossa casa e fazer parte da nossa vida.

Esta é apenas a ponta do icebergue em relação aos animais domésticos e se falarmos nos restantes animais e seus habitats…teríamos aqui pano para conversa interminável.

A Blackie teve a sorte de ser recolhida novamente e de voltar ao conforto do lar. É uma cadela dócil, meiga, carente e traz consigo, no seu olhar as marcas do abandono e dos maus tratos. Ela é a minha companheira de brincadeiras, de mimos após a morte da minha anterior cadela.

É altura de pararmos…é altura de pensarmos…os animais merecem todo o nosso respeito, merecem ser tratados com dignidade. Quem tem um animal de estimação que o estime de verdade…não o abandone ou maltrate...ele é o seu melhor e mais fiel amigo.

E…adoptem um animal…há tantos à espera de um dono…há tantos com um olhar triste…apenas à espera de alguém que o ame…

E não se esqueçam…os animais têm direitos…não lhos tiremos…não temos esse direito.

angelis

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...